Os meus livros de crochê: #2 Crochet Simples

Foi entre compras pela Fnac que encontrei este livro. Não estava particularmente à procura de nada, mas estava curiosa para saber se a Fnac tinha livros interessantes de artesanato e foi aí que dei de caras com o “Crochet Simples” da Erika Knight.

Peguei nele, sentei-me no chão de um corredor a folheá-lo e foi amor à primeira vista. Confesso que ainda não fiz nenhum projecto por estar atualmente focada no projecto da loja online, mas já tenho as linhas e os projectos escolhidos.

Sobre o livro… tal como o próprio título indica, Erika mostra o lado simples e básico de crochê, porque não há nada melhor do que ter boas bases de conhecimento acerca da arte para a sabermos dominar e posteriormente criar as nossas próprias peças do zero.

Cada projecto está identificado com um nível de dificuldade explicado logo nas páginas iniciais, e à medida que o vamos folheando vai-nos ensinando a escolher fios e cores, entender como cada um é classificado (espessuras) como também para que fins são mais utilizados. Mais à frente fala sobre o equipamento e utensílios usados, principalmente as agulhas e dos vários materiais de que podem ser feitas. - Eu apenas tenho agulhas de alumínio e com pegas de plástico ou borracha. Mas tenciono experimentar as de bamboo.

Umas páginas mais à frente e aprende-se a fazer o nó corredio, utilizado para se começar uma corrente e como segurar numa agulha, e por aí vai.

E sim, um ponto importante que eu descurava durante os primeiros tempos, a tensão dada ao fio controlando a forma como ele flui por entre os nosso dedos enquanto trabalhamos. Outras tantas páginas à frente e Erika ensina-nos outras tantas técnicas importantes que valem a pena serem lidas e testadas antes de nos aventurar-nos mais adiante. (ver índice nas imagens abaixo)

Ah! E não nos vamos esquecer de uma coisa fantástica deste livro, a biblioteca de pontos. Para quem já faz pesquisas no Pinterest já está familiarizado com este processo, mas para quem ainda não viu, a biblioteca de pontos não é nada mais que os quadradinhos de amostras (samples) de pontos, 10cm x 10cm. É uma forma maravilhosa de aprendermos tudo sobre um determinado ponto, desde a elasticidade do ponto, a textura e seus efeitos e entendermos para que tipo de trabalhos achamos que seja mais adequado. Ora vejam abaixo nas fotos uma amostra desta biblioteca. Vale muito a pena, e é um bom que se pode dar aos restos de linha que andam largados nas gavetas.

Enfim, todas os elementos mencionados acima são aplicados aos vários projectos do livro, onde aprendemos a fazer várias coisas para várias utilidades:

. Panos para a loiça

. almofadas

. capas para dispositivos

. mantas lenços e golas

. mitenes e pantufas… entre muito mais.

Ando doida para experimentar as pantufas, mas ainda não tive a oportunidade de compras as linhas recomendadas, mas vale bem a pena tentar. Ainda há pouco tempo estive a reorganizar as linhas todas que tenho em casa e encontrei 2 novelos mesclados em tons de cinza da Red Heart. Então, se encontrar algum projecto em que possa usar aquela linha e a agulha a combinar, podem ter a certeza que ainda vão ver aqui no blog o resultado final.